sábado, 26 de dezembro de 2015

VOCÊ SABIA QUE JESUS ALMEJA MORAR CONOSCO?

REFLEXÃO DO DIA: Jesus almeja morar conosco!

"Não Vejo a Hora
Para que vocês estejam onde Eu estiver." (Jo 14:3)

Enrolado naqueles trapos imundos, o homem me pediu um pouco de comida. Entrei pela porta da sala e passei pela enorme e luminosa árvore de Natal fincada entre um mar de bonitos presentes que esperavam para serem trocados entre os membros da família.

Embrulhei algum alimento em guardanapos de papel e entreguei ao mendigo. Ele agradeceu e aparentemente se foi.

Mais tarde, precisei ir à garagem. Num dos cantos, estava o homem que eu ajudara. Ele pediu para passar a noite no cimento frio de minha garagem inacabada.
Fiquei comovido com aquela cena, mas, antes que eu concordasse com o pedido, alguém de minha família disse com voz forte:

- Vá embora! Não é seguro ter um estranho aqui. Vivemos em uma grande e perigosa cidade. Não sabemos quem é bom e quem é mau. Não podemos arriscar nossa segurança. Quem pode nos garantir que ele não vai tentar nos assaltar quando estivermos dormindo?

Depois de um momento de indignação, compreendi que ele tinha razão. Eu não conhecia os pensamentos daquele homem, nem seus intentos. Pareceu-me que até aquela pobre criatura concordava com nosso medo.
Comparei, num relance de pensamento, tudo que me esperava dentro da casa. com o que possuía a pessoa que estava à minha frente. Aquela situação não me parecia justa. Era desumana demais.

Enquanto aquele pobre ser ajuntava os pedaços de papelão no qual se assentara­ fui correndo à cozinha e peguei uma farta porção de nossa ceia e, algum dinheiro. Entreguei-lhe as dádivas, segurando as lágrimas. Enquanto ele se afastava, chorei de verdade.

Aquele acontecimento me fez lembrar o quanto o mundo é cruel e injusto. Almejei naquele dia e continuo almejando um lugar melhor. Um mundo onde não precisaremos temer ajudar alguém. Onde todos tenham dignidade e vivam em igualdade e abastança. Utopia?

Deus prometeu nos levar a um lugar novo, diferente de tudo o que co­nhecemos. João viu "novo céu e nova terra", lugar onde toda lágrima será enxugada, "e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor" (Ap 21:1,4).

Jesus quer morar conosco na nova Terra e está preparando um lugar. Aguarda apenas o momento de voltar e nos levar com Ele. Não vejo a hora de enxergar Jesus voltar para restaurar a felicidade, a bondade e a justiça para sempre.

Colaboração: Professor Joaquim/JP
Sérgio Vieira

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

SÍNDROME DE DOWN - UMA DOENÇA OU UM MILAGRE DE DEUS?

Reflexão: NICOLAS
              
               
"Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei com a Minha mão direita vitoriosa". (Is. 41:10)

E agora? Estávamos eu e meu marido no quarto da maternidade, quando o pediatra nos relatou que nosso filhinho havia nascido com suspeita de ser portador da síndrome de Down. Para confirmação, era necessário fazer um exame cujo nome é cariótipo. Muitas coisas passaram pela minha cabeça, muitos porquês. Por que eu?


Passados alguns dias, fizemos o exame. Após um período de agonizante espera, recebemos a confirmação, embora já tivéssemos certeza, pois suas características demonstravam isso. Na época, meu marido lutava contra a aceitação da síndrome. E tudo isso me deixava preocupada, pois temia que ele não aceitasse nosso filho como ele era.

Como a maioria dos portadores da síndrome de Down, o Nícolas também nascera acometido de uma cardiopatia. Ele tinha uma CI (comunicação entre o ventrículo direito e o esquerdo), que popularmente chamamos de "furinho". Ficamos abalados com o diagnóstico, pois seu desenvolvimento estaria ainda mais prejudicado e, se a CI não fechasse, ele teria que ser operado.

Meu marido e eu oramos pedindo a Deus que não fosse necessária a cirurgia, mas Deus fez mais do que isso. Ele restaurou totalmente o coração do Nícolas. Hoje, Nícolas não precisa nem ao menos de acompanhamento cardiológico e está liberado para toda e qualquer atividade física.

Desde o primeiro mês de nascimento, levamos o Nícolas em fisioterapeutas, fonoaudiólogos e médicos, que o acompanham até hoje. Sabemos que a jornada é longa e difícil; porém, Deus nos fortalece e nos ajuda todos os dias.
Por meio de muitas orações e súplicas, Deus nos confortou e, hoje, sabemos o real motivo de termos recebido de Deus o Nícolas. Por intermédio dele, Deus nos resgatou e nos transformou. Temos a maravilhosa oportunidade de ver todos os dias os milagres de Deus na vida do nosso filho. Não conseguimos nos imaginar sem essa criança tão maravilhosa.

Tenho apenas a dizer: Obrigada, Senhor, por nos presenteares com um ser tão lindo, que nos faz ver todos os dias os Teus milagres.

Colaboração: Professor Joaquim/JP

Sérgio Vieira
                  

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

GUIGÓ DE SERGIPE, DESPERCEBIDO EM CARMÓPOLIS!

MATA ATLÂNTICA DE SERGIPE, TEM RESTINGA EM CARMÓPOLIS

A Mata Atlântica do Estado de Sergipe é um dos biomas cujas informações sobre a sua biodiversidade  são escassas e praticamente inexistentes. Apesar de bastante antropizada e descaracterizada em relação à sua configuração original, os poucos estudos realizados nos fragmentos de Mata Atlântica da região do Estado indicaram a presença de algumas espécies endêmicas e ameaçadas de extinção.  Nos últimos anos, uma nova espécie de primata foi descrita em Sergipe.
Tal descoberta mostrou-se extremamente relevante para a ciência, uma vez que os primatas são um dos grupos relativamente mais bem conhecidos e estudados  e imaginava-se que, pelo menos no Nordeste do Brasil,  todos os grupos de símios já se encontravam identificados pela ciência.
A nova espécie descrita em Sergipe foi cientificamente designada de Callicebus coimbrai, é localmente conhecida como guigó e ocorre exclusivamente em alguns poucos fragmentos florestais do Estado de Sergipe e do norte da Bahia.
Pretende-se, portanto, em parceria e com o apoio da PETROBRÁS realizar um estudo sobre o guigó-de-sergipe (Callicebus coimbrai),  promover a conservação de suas populações nos remanescentes de Mata Atlântica dos Municípios de Japaratuba, Carmópolis e General Maynard,   iniciar um programa de educação ambiental na região, visando a informação e a conscientização da população para a importância da manutenção das matas e de suas comunidades animais e  desenvolver  ações de recuperação de florestas localizadas nos 3 municípios, próximos ao Campo Petrolífero de Carmópolis.
           

Por Várias Vezes Foi Apresentado uma Justificativa ao Poder Público Municipal Principalmente em Outras Gestões Mas Nada Foi Feito Para Proteger o Guigó em Carmópolis!

O guigó-de-sergipe, Callicebus coimbrai é um primata endêmico de uma pequena faixa de Mata Atlântica compreendida entre o Estado de Sergipe e o extremo norte do Estado da Bahia.  A espécie atualmente considerada  como criticamente ameaçada de extinção pela lista oficial do IBAMA e MMA foi descrita por  Kobayashi e Langguth em 1999 com base na análise de  espécimes coletados na zona da mata de Sergipe.
Ao descreverem o primata, os autores  mencionaram sua restrita área de distribuição, e deixaram evidente a necessidade de estudos para o conhecimento de seus hábitats e da implantação de programas de conservação de suas populações. A partir de então, algumas informações foram  acrescentadas ao trabalho de Kobayashi e Langguth, principalmente em relação à novas áreas de ocorrência e ao grau de ameaça na qual a espécie se encontra. Sousa (2000) acrescentou novas  localidades em relação àquelas mencionadas por Kobayashi e Langguth, uma delas situada no nordeste do Estado da Bahia. Roosmalen et all (2002) fizeram uma compilação das informações até então disponíveis e hipotetizaram os limites de sua distribuição entre o Rio Itapicuru, ao norte, até o Rio São Francisco.

Sousa (2003) indicou a  distribuição de Callicebus coimbrai em Sergipe, comentou a situação de suas áreas de ocorrência e do seu estado de conservação e argumentou que todas as áreas florestadas do Estado de Sergipe encontram-se sob forte processo de degradação, inclusive aquelas que são redutos das diminutas populações de Callicebus coimbrai, e que, apesar de persistirem em alguns fragmentos e terem suportado ao longo dos anos a deterioração de seus ambientes, suas populações acham-se em franco declínio, principalmente devido à caça, redução e conseqüente perda de habitat. De acordo com Sousa (op. Cit.), alguns desses fragmentos florestais localizam-se próximos ao campo Petrolífero da PETROBRÁS, como por exemplo, a mata da Aguada, no município de Carmópolis.
O quadro de supressão e declínio das populações de C. coimbrai tende a ser intensificado nas matas remanescentes, caso não sejam tomadas medidas para a proteção das áreas e ações de conscientização e educação ambiental, uma vez que com as alterações nos fragmentos, com conseqüente  diminuição da qualidade do habitat, aumento de clareiras e do efeito de borda, as populações de C. coimbrai tornam-se vulneráveis e acuadas às ações de caçadores.
O desenvolvimento das ações de pesquisa, conscientização e proteção, reflorestamento das matas, enriquecimento florístico do fragmentos e a conexão entre eles, será um passo importante na preservação desta espécie. Essas ações serão importantes também para a proteção de outras espécies ameaçadas, como os gatos do mato (Felis spp.) e lontra (Lontra longicaudis), e criticamente ameaçadas como o macaco-prego-do-peito-amarelo (Cebus xanthosternos) que também merecem atenção na mesma paisagem.
 Justifica-se esta proposta, portanto, pela necessidade urgente de conhecimento, proteção e de programas de conscientização e educação ambiental para reverter o grau de ameaça na qual a espécie se encontra.
A oportunidade para o conhecimento, manejo e conservação através da parceria com a PETROBRÁS denotará não só a postura ecologicamente correta da empresa como também o compromisso e a responsabilidade em relação ao meio ambiente, às comunidades  e a conservação da biodiversidade.

Apresentamos Várias Propostas

Apresentamos proposta  com os seguintes objetivos:
Obter dados sobre  a ecologia de C. coimbrai, observando  a situação de suas populações, os seus hábitos alimentares e reprodução no ambiente natural;
 Realizar um censo das populações remanescentes de C. coimbrai na Mata da Aguada; 
Caracterizar o habitat de C. coimbrai  através de um levantamento florístico e descrição do   estado de conservação das florestas remanescentes;
Recompor, enriquecer e reflorestar fragmentos de Mata Atlântica visando a melhoria do habitat disponível para a espécie e a formação de corredores ecológicos entre os principais fragmentos florestais da região,

Envolver fazendeiros, lideranças políticas, comunitárias, religiosas, professores e estudantes em um amplo programa de conscientização e educação ambiental para as comunidades locais.

Dr. Marcelo Souza, Biólogo um dos guerreiros nesta descoberta cientifica!

A associação de Defesa do Meio Ambiente, pioneira nesta luta em Carmópolis, através do seu representante o Ambientalista Sérgio Vieira, redator e responsável por esse blog. Sempre empenhado, homenageamos essa descoberta, dando nome em nosso time amador aqui em Carmópolis como Guigó F.C.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

A MÃO DO ARTISTA

Reflexão: A mão do artista

" Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.Um dia faz declaração a outro dia, a noite revela conhecimento a outra noite. Não há fala, nem palavras; não se lhes ouve a voz. Por toda a Terra estende-se a sua linha,e as suas palavras até os confins do mundo.Neles pôs uma tenda para o sol". (Sl 19:1-4)
A natureza revela a obra de um artista Deus, e é revelada pelos seus feitos para conosco,Ele é soberano em poder e majestade. 

As coisas da natureza que agora contemplamos não nos dão senão uma fraca idéia da glória do Éden. O pecado manchou a beleza da Terra; podem-se ver em tudo os vestígios da obra do mal. Todavia, permanece muita coisa bela. A natureza testifica de que Alguém, infinito em poder, grande em bondade, misericórdia e amor, criou a Terra, enchendo-a de vida e alegria. Mesmo em seu estado defeituoso, todas as coisas revelam a mão-de-obra do Artista por excelência. Para onde quer q nos volvamos, podemos ouvir a voz de Deus, e ver testemunhos de Sua bondade. – {CBVc 180.8}

Desde o solene ribombar do trovão e o incessante bramir do oceano,aos festivos cânticos que  as florestas palpitantes de melodia, as milhares de vozes da natureza entoam-Lhe os louvores. Na Terra e no mar e no espaço, com suas maravilhosas cores e matizes, variando em suntuoso contraste ou combinando-se em harmonia, nós Lhe contemplamos a glória. As montanhas eternas falam-nos de Seu poder. As árvores, agitando os verdes leques ao sol, e as flores em sua delicada beleza, apontam para seu Criador. O verde vivo, que atapeta a bronzeada terra, fala do cuidado de Deus para com a mais humilde de Suas criaturas. As profundezas do mar e as entranhas da Terra revelam-Lhe os tesouros. Aquele que pôs as pérolas no oceano e a ametista e o crisólito entre as rochas é um amante do belo.O Sol que se ergue no firmamento é um representante dAquele que é a vida e a luz de todos quantos foram por Ele criados. Todo esplendor e beleza que adornam a Terra e abrilhantam os Céus falam de Deus. – {CBVc 180.9}

Você tem dúvida do poder maravilhoso deste Deus? 

Você já contemplou as suas maravilhas? Você também é a obra prima deste Deus!


(Texto de Josias Salvador)
Colaboração: Professor Joaquim/JP

Sérgio Vieira

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

COMO ESTÁ A SUA FÉ?


Reflexão do Dia: Como está sua fé

Hebreus 11 -  1. Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem. 

Em Sua reunião de despedida com os discípulos, na noite anterior à crucifixão, o Salvador não fez referência ao sofrimento que Ele havia suportado e teria ainda de suportar. 

Não falou da humilhação que estava a Sua frente, mas quis apresentar-lhes algo que pudesse fortalecer sua fé, levando-os a olhar para a frente, à recompensa que espera o vencedor. Ele Se regozijava na certeza de que poderia fazer por Seus seguidores mais do que havia prometido, e o faria; de que dEle brotariam amor e compaixão que purificariam o templo espiritual e tornariam as pessoas semelhantes a Ele no caráter; de que Sua verdade, robustecida com o poder do Espírito, sairia vencendo e para vencer. – {AA 13.3}

Ao entendermos o que a fé pode fazer quando começarmos a colocar em prática e diária em nossas vidas. Quando a descrença enteio aos sofrimentos e a fé já desfaleceu e precisamos recorrer aquele que pode tudo pois Ele nos quer fazer vencedores em Cristo Jesus.

Coloque sua vida nas mãos de Deus sua confiança nele de que tudo Ele pode e irá te conceder mediante a tua fé e não a tua vontade. 
Amigo(a) confie em Deus, creia nas suas palavras, estude a Bíblia e assim desenvolverá sua fé em Deus.


Tenha todos um bom dia

Colaboração: Professor Joaquim/JP

Sérgio Vieira

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

UM SONHO PASSADO ADIANTE!

Reflexão do Dia: Um sonho passado adiante

"Então falou Moisés ao Senhor, dizendo: O Senhor, Deus dos espíritos de toda a carne, ponha um homem sobre esta congregação que saia diante deles, e que entre diante deles, e que os faça sair, e que os faça entrar; para que a congregação do Senhor não seja como ovelhas que não têm pastor". (Nm 27:15-17)

Moisés havia chegado com o povo à última etapa antes da chegada a Canaã. Ali, no Monte Nebo, tendo visão privilegiada da terra prometida, devia obedecer ao Senhor e destacar um novo líder para guiar e planejar o futuro do povo de Deus. Foi certamente uma das maiores grandezas no exercício da liderança de Moisés, foi um ato de humildade, dependência e submissão a vontade de Deus.

"Então disse o Senhor a Moisés: Toma a Josué, filho de Num, homem em quem há o Espírito, e impõe a tua mão sobre ele e apresenta-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação, e dá-lhe as tuas ordens para que lhe obedeça toda a congregação dos filhos de Israel (Nm 27:18-20)

Prevalescendo a vontade de Deus o recomenda a tomar a Josué, homem a qual Deus havia posto o seu espírito sobre ele, o mesmo deveria ser apresentado ao sacerdote e perante toda congregação e a ele seria dada sua glória para condução a terra prometida.

"E fez Moisés como o Senhor lhe ordenara; porque tomou a Josué, e apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação; E sobre ele impôs as suas mãos, e lhe deu ordens, como o Senhor falara por intermédio de Moisés".(Nm 27:22,23)

Moisés de forma honrada, um dos maiores líderes designados por Deus nos ensina que a maior virtude de um líder está na obediência e no temor ao Senhor. Sem vaidade ou orgulho, fez tudo como lhe ordenara Deus.
Que os líderes modernos aprendam com o exemplo de Moisés a ser humilde e obediente.

Colaboração: Professor Joaquim/JP

Sérgio Vieira